1
jul

Ladeira!

Em tempos de Copa do Mundo, nem só de futebol vivem os mineiros. Os meses de junho, julho e agosto, por serem os mais secos do ano, são os preferidos por quem gosta de surfar no asfalto. Sem o inconveniente das chuvas, a turma do skate downhill se esbalda nas ladeiras de bairros como Mangabeiras, Belvedere e Vale do Sereno, próximo a Nova Lima. Alguns quilômetros adiante, no condomínio de Casa Branca, os morros com pouco movimento de carros e visual paradisíaco também fazem das ruas excelentes pistas. 

Skates em punho, joelheiras, cotoveleiras, luvas especiais e capacetes (muitas vezes com câmeras acopladas), eles atingem até 90 quilômetros por hora ladeira abaixo. Mas não se assuste se encontrar uma turma de meninos e meninas de camisetas regatas e shorts, quase sem proteção alguma. Às vezes exibem os braços escorrendo sangue, como se fosse um troféu. É que em um esporte como este não existe espaço para o medo, apenas para a adrenalina.

Por conta de seu relevo montanhoso, Belo Horizonte e suas redondezas tornou-se um dos destinos favoritos dos amantes do skate downhill. Aqui, as descidas íngremes e a vista para uma bela paisagem são especialidade da casa.

A seguir, dois vídeos incríveis de skate downhill, um deles gravado em terras mineiras. Quer um conselho? Aumente o som!

Veja também

Comentários